Aqui você se encontra!

Administração de Conflitos

Quebra Cabeça
  • 02 de out de 2014
  • Sheila Almeida
  • 1033 Visualizações
  • Seja o primeiro a comentar

Todas as relações interpessoais implicam duas pessoas distintas e únicas, pelo que é natural que possam ocorrer situações em que não se está de acordo, em que se têm opiniões e pontos de vista diferentes… Estes “desentendimentos” podem levar a conflitos que, por um lado, se resolvidos, podem gerar um progresso significativo na relação, fortalecendo-a. No entanto, por outro lado, estes conflitos podem fazer com que ambas as pessoas se sintam incompreendidas, zangadas, contrariadas ou magoadas, podendo fazer com que a relação deteriore ou não progrida mais.

Pensando numa perspectiva evolutiva, para sobreviver temos de nos adaptar às mudanças do meio. Esta adaptação só é possível através da nossa própria mudança, que é estimulada pelos conflitos e problemas que vão surgindo. Como tal, numa relação o objetivo não é o de evitar completamente todo o tipo de conflitos, uma vez que um conflito não tem que ser necessariamente uma coisa negativa. Muito pelo contrário, a ocorrência de conflitos é normal em qualquer tipo de relação e, se geridos de forma eficaz, podem ter resultados positivos para os envolvidos e para a sua relação.

O conflito pode ajudar a:

  • Fortalecer a relação (aumenta a confiança que temos em que podemos resolver eficazmente os nossos desentendimentos e que poderemos resolver conflitos futuros).
  • Libertar a relação de mal-entendidos e ressentimentos.
  • Perceber quais são os problemas que são importantes para resolver (conflitos motivam-nos para resolver os problemas).
  • Conhecer a outra pessoa (o que é importante para ela, quais são os seus valores).
  • Conhecer-se a si próprio (normalmente discute-se mais sobre temas e aspectos que são importantes para nós e que têm valor, também discutimos mais com pessoas que são verdadeiramente importantes para nós).
  • Libertar emoções (que, se ficassem por expressar, poderiam prejudicar a relação).

Sendo assim, e sabendo que não podemos evitar os conflitos, torna-se importante compreendê-los para podermos resolver da melhor forma. 

TAGS: conflito, resolução, relações interpessoais, educação, gestão, sensibilidade, pontos de vista, realização, desentendimentos, problemas

Deixe um comentário